[6 Aprile '96] Kindle Û Sveva Casati Modignani

Se al collo la sciarpa sopra un altra identica che Irene gli aveva gi regalato Buona notte le augur allontanandosi Angelo lo richiam e la sua voce era come una richiesta d aiuto Lui non si volt e prosegu per la sua strada hide spoiler Apesar deste livro j ter sa do em Portugal h algum tempo s agora o li Tenho lido todos os livros do casal ue usa o pseud nimo embora s ela apare a como autora e n o me tem desiludido Os autores t m explorado muito bem a vida dos italianos de todas as classes sociais Gostei deste livro especialmente porue fala da vida do camponeses de uma forma t o real ue uase nos imaginamos no meio das cenas As personagens muito bem constru das prendem o leitor ao livro uerendo saber mais no entanto a certa altura creio ue o facto de a hist ria estar dividida por personagens baralha um pouco A escrita flu da como sempre e rica de pormenores descritivos sem chegar ao ponto de chatear o leitor Como sempre os autores privilegiam o feminino em todo o seu mundo uanto ao titulo creio ue IRENE teria ficado melhor j ue a hist ria a vida da personagem Uma boa leitura Esta uma das minhas autoras de elei o e este livro um dos poucos ue me faltava lerGostei muito da hist ria ue nos mostra como as mulheres se tinham de subjugar ao marido e vida familiar deixando para tr s as suas vontades Depois das hist rias da sua M e e Av Irene acaba por perceber ue atrav s das suas escolhas ao longo do tempo ue nem sempre foram as melhores ela acabou por perceber ue n o precisa de se subjugar a nenhum homem para ter a sua vida e continuar em frente com o seu filho percebe tamb m ue o seu lugar no campo e n o na cidade para onde fugiu para n o ser uma camponesa como a sua m e e av Por vezes o tentar fugir das nossas raizes a maior fa anha das nossas vidas pois ajuda nos a perceber ue o mais importante exactamente auilo ue ueremos deixar para tr. Ntrar o euilíbrio emocional Será necessária uma crise profunda para ue ela encontre forças para se renovar para fazer as pazes com o passado e para aguardar o amanhã com serenidade e confiançaUm romance intenso e empolgante dedicado às mulheres as de ontem ue lutaram por assumir as rédeas do seu próprio destino e as de hoje ue têm a sorte de poder usufruir da autonomia conuistada Porue não há liberdade maior do ue a ue nos permite ser e viver segundo a nossa vonta.

Sveva Casati Modignani ¼ 5 Free download

6 Aprile '96 Kindle Û Sveva Casati Modignani

Foi o primeiro livro ue li da autora e fiuei curiosa logo no in cio da hist ria porue parecia ter um pouco de mist rio misturaNo entanto n o passou de algo insignificante o ue me deixou um pouco desiludida Percebe se ue a autora uer passar a mensagem de ue as mulheres podem ser independentes dos homens retratando isso em tr s gera es sendo a ltima aui a vingar esse papel O antes Era alta magra jovem e bonita afirmou a mulher uma dona de casa com cerca de sessenta anos peuena e redo N o depositava grandes esperan as neste livro J tinha ouvido falar muitas vezes da autora e sabia ue vendia muito bem No entanto com algum preconceito meu confesso tinha sempre considerado uma literatura ligeira e pouco atrativaMas como leitora gosto de conhecer outros autores mesmo aueles ue penso ue poderei n o gostar Foi com este sentido ue trouxe para casa o livro 6 de abril 96 de Sveva Casati Modignani Como podes ver as minhas expetativas no in cio da leitura eram muito baixas mas os primeiros cap tulos conuistaram me Gostei da forma com a hist ria inicia gostei de como as personagens nos s o apresentadas gostei do suspense inicial e do enredo muito embora a escrita propriamente dita n o me conseguisse prender verdadeiramenteCom o andar do livro as personagens tornam se mais complexas as suas d vidas e tenta es surgem as suas decis es come am a tomar peso No entanto o pendor do livro n o aumenta e isso marca o um livro constante morno ue nos mant m embalados mas sem grandes emo es um livro ue se l n o se devora ue romance t o pobre t o corrido t o brejeiro o primeiro livro ue leio da autora e a probabilidade de voltar a l la extremamente baixa Os di logos s o desprovidos de interesse e n o consegui estabelecer empatia com as personagens Dei comigo a uerer chegar rapidamente ao final do livro para o poder colocar de parte de uma vez Achei a escrita Numa manhã de Verão na igreja milanesa de San Marco uma jovem e belíssima mulher é brutalmente atacada uando desperta da delicada cirurgia a ue foi entretanto submetida tem perante si a difícil tarefa de recuperar a sua própria identidade já ue a violência de ue foi vítima lhe provocou a perda da memória As recordações avivam se pouco a pouco e é penosamente ue ela recompõe a sua história e a da sua família Mas é um processo doloroso pois Irene Cordero – é.

E um amadorismo tremendo ue nunca esperei encontrar tendo em conta o sucesso desta autora E para refor ar a minha opini o chego ao fim da narrativa a saber praticamente o mesmo ue sabia uando comecei a ler esbarrando num final em aberto Inconceb vel Detestei Livro interessante Mas podia ser melhorGostei da escrita da autora e de como a hist ria flui bem como da separa o dos cap tulos pelas personagens e pelos momentos da hist riaApesar de gostar bastante do t tulo do livro por raz es pessoais penso ue o mesmo n o traduz resume e identifica o livro como em meu entender seja a sua fun ouanto hist ria propriamente dita Apesar de haver uma boa divis o torna se em certa medida confusa porue anda sempre de um lado para o outro da hist ria e devido s parecen as de vida das mulheres Concluindo gostei da hist ria mas n o me encheu as medidas talvez estivesse com demasiadas expectativas Personagens mas apreciadas Mauro ngelo e AgostinaPersonagens menos apreciadas Armando e TancrediAprecia o global 35 o segundo livro ue leio desta autora e mais uma vez fiuei surpreendida com a maneira como a hist ria cativa e tamb m pelo facto de n o serem previs veis os acontecimentos Vai surpreendendo ao longo do livro Muito Bom bem ao estilo desta Escritora de ue tanto gosto Um Livro ue nos faz pensar sobre as Nossas Ra zes view spoiler E uesto il mio regalo per te Anch io sapevo che ti avrei rivisto dichiar Irene consegnandogli un pacchetto che aveva tenuto dentro la borsetta Sciarpa blu di cachemire disse lui E soggiunse La solita sciarpa blu Eri piccola cos uando me ne promettesti una Te lo ricordi Io mi ricordo tutto Angelo ualche volta penso che una memoria debole faciliterebbe la mia vita Mauro li vide dalla finestra della sua camera al primo piano Fece il tifo per loro come lo si fa per la suadra del cuore anche uando si sa che perdente Angelo si mi. Este o seu nome – carrega consigo uma pesada herança Já a mãe e a avó haviam pago caro as tentativas de seguir os ditames do seu coração violando a moral as convenções e a cultura de um mundo rural ue as obrigava à submissão e à obediência; um doloroso estigma ue tão pouco poupa Irene ue com apenas dezoito anos abandona o campo e parte em busca do seu próprio caminho Porém não obstante o sucesso profissional e o bem estar económico Irene não consegue enco.

Sveva Casati Modignani è una delle firme più amate della narrativa contemporanea i suoi romanzi tradotti in ben diciassette paesi tra i uali Francia Germania Spagna Portogallo Polonia Ungheria Repubblica Ceca Russia Brasile hanno venduto uasi dieci milioni di copieIl primo romanzo Anna dagli occhi verdi è stato pubblicato nel 1981 ottenendo immediatamente un lusinghiero riscontro